PREVISÃO DO TEMPO

PUBLICIDADE

Encontre o feecidadaniape

Mercado de trabalho


Segundo o relatório "O Futuro do Trabalho", do Fórum Econômico Mundial, o profissional de mídias sociais é uma das carreiras mais promissoras hoje e para a próxima década no Brasil e no mundo. O social media, como também é chamado, é o responsável pelos canais na web de uma ou mais marcas, sejam empresas, governos, ONGs, figuras públicas, entre outros.


De acordo com a professora de Gestão de Conteúdo da Fundação Getúlio Vargas, Luciana Salgado, os profissionais estão ganhando cada vez mais peso no mercado. Além de ter que gerar conteúdos, as empresas estão exigindo uma postura multidisciplinar dessas pessoas, que precisam dominar um conjunto de competências. É o caso do analista de mídias sociais.

“Ele é a pessoa, geralmente, que faz a gestão daquela rede social. Então ele tem que ter a capacidade não só de produzir conteúdo criativo e qualificado, para atender aquele público-alvo daquela determinada marca, como ele também vai precisar interagir com o consumidor, com o internauta, fazer lá os resultados que eles precisam apresentar, pensar estrategicamente. Isto é um combo, né?”

Outro cargo que merece destaque são os profissionais multimídia. “Ele está ali fazendo lives, gravando, depois ele vai editar, ele tem toda esta boa pegada para transformar este material em um material que seja bacana para web. Só que para isto ele precisa ter agilidade. Se ele está em um evento, tem que saber quem está lá, tem que gravar, tem que editar, para publicar isto o mais rápido possível. A mesma coisa é a foto. Precisa conhecer as ferramentas como o InDesign, Photoshop, para conseguir trabalhar bem as fotos porque isto chama a atenção dentro da web.”


Segundo ela, como neste ano haverá eleições gerais, a procura pela função do social media tende a crescer. Com isto, as agências de comunicação vão precisar aumentar o quadro de funcionários por conta das campanhas e os candidatos vão precisar do auxílio desses profissionais.


O curioso mundo dos artistas

Quem acha ruim enfrentar os desafios diários do transporte público pode se surpreender com esta informação. Os artistas, que possuem seus bens luxuosos e cobiçados, experimentaram andar de ônibus. O site sobre celebridades TV foco, listou alguns dos "busistas".

Em 2012, a atriz Susana Vieira, famosa por protagonizar várias novelas da Rede Globo, foi clicada em um ônibus no Rio de Janeiro. Na época, seu namorado, Sandro Pedroso, fez a foto. Não precisa nem dizer que a imagem repercutiu bastante, né?

O ator Mateus Solano também já andou em transporte público. Em 2015, ele mesmo fez o registro da ocasião. “Hoje andei de ônibus, coisa que há tempos não fazia, foi bom pra matar saudades, mas… a qualidade do transporte público realmente não melhora, só o preço que aumenta. #RioQuemAmaCuida”, disse.

Em 2012, José Loreto era um dos atores da maior novela dos últimos tempos, “Avenida Brasil”. Isso não o impediu de pegar ônibus no Rio de Janeiro – e compartilhar tudo nas redes sociais. “Mudar a rotina é bom, andar de ônibus é melhor ainda”, escreveu na legenda da foto.

Também em 2012, Luiz Fernando Guimarães usou as redes sociais para mostrar que também pega ônibus. Ele postou uma foto em que aparecia em pé no corredor de um ônibus. O suor no rosto do humorista deixou claro que ele estava sendo castigado pelo calor carioca.


Em fevereiro de 2017, Gretchen fez questão de registrar sua experiência divertida aqui em Recife e disse: "Sou normal."


Eleições em pauta


Uma das preocupações para as eleições de outubro deste ano, as chamadas notícias falsas, em inglês fake news, voltam a ser discutidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O objetivo da Corte é tentar acabar com as informações mentirosas que são atribuídas a algum candidato para favorecer adversários durante a campanha eleitoral.


Na opinião do vice-presidente do Conselho Comercial Social do Congresso, Marcelo Cordeiro, a principal dificuldade para se combater as fake news é identificar os autores que não fazem parte do ambiente jornalístico.

“O mundo hoje está muito amplo no aspecto da informação. Então, nós temos veículos nacionais, veículos internacionais, e o que a gente vai fazer para impedir a notícia falsa? Nós vamos punir no âmbito de Brasil e vamos deixar o resto vir? As empresas de jornalismo, as televisões, as rádios têm CNPJ, qualquer um que se sentir incomodado com uma notícia que saiu a seu respeito, vai à Justiça e cobra dessa empresa. O problema é aquela que não é uma empresa jornalística e não sabe a quem vai reclamar o fake news”.

A diretora-executiva da Associação Nacional de Editores de Revistas (Aner) e representante de Empresas da Imprensa Escrita, Maria Célia Furtado, avalia que cabe ao eleitor estar atento às informações que receber.


“A educação das pessoas no sentido de checar a informação, de saber de onde a informação vem, qual é o URL daquela informação, se ela tem cara de notícia falsa, procurar outras fontes da mesma informação para comprovar a informação, se ela é real, se ela é verídica, então eu acho que há meios de se combater”.


O TSE estuda formas de punir quem publicar ou compartilhar notícias falsas nas redes sociais, uma delas prevê a retirada do conteúdo do ar. Segundo o ministro Luiz Fux, que assumirá a presidência da Corte no mês que vem, a Justiça Eleitoral também analisará perfis falsos e quer usar medidas preventivas para combater empresas que já preparam estratégias de divulgação de fake news.

Novos programas da TVFE


As novidades da TVFE estão no ar, Em janeiro, o Pensando na mídia traz um plantão de notícias do universo da comunicação pernambucana. Dentre elas estão o retorno de Denny Oliveira, a morte de Tony Almeida e o bulling sofrido por jornalista na internet.



Falando de tudo de janeiro escolhe quem são os melhores da TV em 2017. O comunicador Enaldo Farias entra na roda de pizza na disputa.



O Falando de tudo de novembro e dezembro de 2017 saíram com atraso. Para comemorar os dois anos de programa e o fim de ano, uma brincadeira acontece: Paulo Xavier desafia duas personalidades para apresentar a atração. Carlos Nascimento e Abimael Gomes estão no ar. 





Veja mais vídeos no canal #TVFEnoar do YouTube

#3 Notícias


>>> Foi sancionada a Lei Ordinária 16.262/2017 que determina a indicação e/ou fornecimento de livros didáticos alternativos acessíveis aos alunos portadores de deficiência visual pelas instituições de educação básica e média da rede particular do Estado de Pernambuco. As instituições mantidas pela iniciativa privada ficam obrigadas a, no momento do fornecimento da relação de livros didáticos, indicar lista alternativa de livros que sejam acessíveis aos alunos portadores de deficiência visual. Considera-se livro acessível à pessoa portadora de deficiência visual aquele impresso em Braille ou o Audiobook. 



>>> Um levantamento feito pelo Zoom (www.zoom.com.br), site e aplicativo comparador de preços e produtos, aponta que o gasto total com itens da lista de material escolar em janeiro de 2018 pode variar em até 708%. A pesquisa mostra o menor e o maior preço encontrados para produtos equivalentes no site do Zoom e em lojas diferentes. Dos 15 itens analisados, apenas um não apresentou variação relevante: régua de 30 centímetros. As borrachas brancas são as que apresentam a maior diferença de preço, de 4.560% - entre R$ 0,15 e R$ 6,99. Já uma caixa de giz de cera com seis cores pode custar de R$ 1 a R$ 43,90, enquanto um corretivo líquido sai entre R$ 1,03 e R$ 10,60.


>>> De janeiro a dezembro de 2017, Pernambuco registrou 24 mortes provocados por leptospirose, número 26,3% maior do que as 19 mortes contabilizadas no mesmo período de 2016. No ano passado, as mortes ocorreram em 12 cidades. O Recife registrou sete das 24 mortes. Também foram feitas 801 notificações de casos da doença, 34,8% a mais do que as 594 notificações de 2016. Já os casos confirmados da doença saltaram de 160, em 2016, para 197, no ano passado. Ou seja, um crescimento de 23,1%. Os Dados são da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Internet para todos

Existem localidades no Brasil onde não existem condições da pessoa ter acesso à internet, nem que ela queira. Isto porque este serviço, simplesmente, não é fornecido. 

De acordo com o diretor de Inclusão Digital do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Américo Bernardes, a partir de agora, os municípios brasileiros terão a oportunidade de apontar quais são as locais que não tem acesso a internet.

“O Internet para Todos tem por objetivo levar serviços de acesso a internet para as pessoas que moram em localidades onde esse serviço hoje não é prestado ou, quando muito, é prestado de forma inadequada. Nós mapeamos na ordem de 30 mil localidades: pequenas vilas que existem na zona rural, na beira das rodovias e que, de fato, os cidadãos não tem aí esta prestação de serviço. Então a ideia é que este serviço possa ser prestado.”

O que vale ressaltar é que este não é um serviço de graça, e sim, com preços reduzidos. Vai possibilitar que pessoas que não tinham a oportunidade de ter acesso a internet, adquiram o serviço. Segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, este serviço vai ser fornecido por empresas que são prestadoras de serviços de telecomunicações. 

“Na verdade, quem indica as localidades a serem atendidas são os municípios. Então o município que queira aderir ao programa, ele vai indicar uma lista de localidades, então a nossa lista não é exclusiva e nem restritiva, mas ela indica para as empresas o quê que é o perfil dos pontos no Brasil onde poderá ser feita o atendimento. Então a empresa, tendo por base esta lista, vai se credenciar dizendo que ela quer atender a estes municípios.”

Caberá ao município selecionar um terreno na localidade indicada, para que seja instalada uma antena para prestar o serviço. O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) vai definir, ainda em janeiro, as primeiras 300 localidades que serão conectadas pelo programa Internet para Todos.

68 anos de solidariedade


Para muitas pessoas o termo “Solidariedade” é considerado um sentimento ou um valor, que as mantêm unidas em torno de causas, de inciativas e de ideais que compartilham e em favor de alguém. Essa Solidariedade que move tantas pessoas é o pilar que tem sustentado o trabalho da Legião da Boa Vontade (LBV), que neste mês de janeiro (1º) completa 68 anos de serviços permanentes em prol das populações em situação de vulnerabilidade.

Combater as desigualdades sociais para que as populações tenham qualidade de vida e oportunidades iguais é o que tem feito a LBV, ao longo destes quase 70 anos, com a ajuda do povo. Em suas 82 unidades socioeducacionais, ela promove diariamente programas de atendimento a pessoas de todas as faixas etárias, a começar pela primeira fase da vida, ainda no ventre materno, em que gestantes têm a autoestima elevada e aprendem a cuidar dos filhos; crianças e adolescentes têm o apoio necessário para o seu desenvolvimento integral por meio de atividades pedagógicas, lúdicas, artísticas, culturais, esportivas e de lazer, em ambientes seguros e saudáveis; jovens e adultos têm oportunidades de se capacitar e desenvolver habilidades e competências para o mundo do trabalho; e idosos são amparados e têm seus direitos garantidos.

A LBV promove, ainda, inúmeras campanhas, como as emergenciais que amparam famílias vítimas de catástrofes naturais (frio, enchentes e seca); as de mobilização social que beneficiam crianças, adolescentes e jovens com kits de material escolar e pedagógico, e famílias, com doações de cestas de alimentos; e as de valorização da Vida que incentivam a doação de sangue e que atuam na prevenção e no combate ao suicídio e de doenças como diabetes, câncer de mama e de próstata.
Todo esse trabalho é permeado pela Espiritualidade Ecumênica, ou seja, por valores fraternos como Amor, Solidariedade, respeito mútuo e compaixão.

Saiba mais acessando o site www.lbv.org ou as páginas da Instituição nas redes sociais, no endereço LBV Brasil, no Facebook, no YouTube e no Instagram.

Notícias do interior

>>> Nos moldes da UVP (união dos vereadores de Pernambuco), um grupo de vereadores do agreste meridional esteve reunido na câmara municipal de vereadores de Garanhuns, a criação da união dos vereadores do agreste meridional (*UVAM). O encontro reuniu vereadores de Garanhuns, Saloá, Caetés, Brejão, Terezinha, São João e Angelim. Idealizada pelo vereador garanhuense, Alcindo Correa (PCdoB), o projeto ainda está em debate e algumas questões jurídicas estão sendo analisadas. De acordo o vereador, assim que estiver com a questão jurídica resolvida, deverá ser marcada uma reunião com ao menos um vereador de cada município do agreste meridional para que cada um seja multiplicador da ideia em suas respectivas câmaras.

>>> Seguindo o estado de Pernambuco, onde foi registrado o maior número de homicídios desde a criação do Pacto Pela Vida. Na Mata Norte foram registrados 408 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) ao longo de 2017. O número é 6,6% superior ao total de CVLIs registrados no ano de 2016 na Mata Norte, quando foram registrados 383 assassinatos. O ano foi o que mais o número de assassinatos na região. Os números foram divulgados pela Secretaria de Defesa Social do Estado de Pernambuco (SDS). A cidade de Paudalho registrou o maior número de assassinatos na região. Foram registradas 58 mortes ao longo de 2017, seguida de Timbaúba com 51 assassinatos. Carpina registrou 45 ocorrências de assassinatos, ficando em terceiro lugar.

>>> Fiscais da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro), em uma operação conjunta com a Vigilância Sanitária Municipal, apreenderam cerca de 178,5 kg de queijo de manteiga impróprios para o consumo na feira livre de Santa Maria da Boa Vista, no Sertão. Os produtos eram comercializados em sacolas plásticas sem nenhum tipo de informação, como a data de fabricação, valor nutricional ou o selo do Serviço de Inspeção Estadual (SIE), marca obrigatória para a comercialização de produtos de origem animal dentro do estado.

>>> A secretária de Assistência Social, da Mulher e da Igualdade Racial do município de Bodocó, no sertão, já foi presa por racismo. O caso ocorreu em 2004, quando, ainda universitária, Maria Luiza Brito ofendeu o soldado da Polícia Militar Leonildo Hilário Nunes e foi levada para a Colônia Feminina do Bom Pastor, no Recife, após ser autuada em flagrante. Maria Luiza se envolveu em uma discussão com um taxista, que a havia transportado junto com outros três jovens. O desentendimento foi motivado pela falta de dinheiro para pagar a corrida. De acordo com a queixa do policial, ele tentou intervir na confusão e teria sido xingado e discriminado pela estudante por ser negro.

Com informações de blogs associados à ABLOGPE

A novela dos transportes

Na semana passada iniciamos esta série, que trata do aumento no valor das tarifas do transporte coletivo atuando na Região metropolitana do Recife. Desta vez, vamos saber sobre o Conselho de transporte, a proposta de uma CPI sobre o tema e o que diz a gestão do sistema. Por decisão judicial, o reajuste deste ano foi cancelado, por ser considerado abusivo.

Conselho: composição e atribuições

O Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM) é composto por 24 membros, incluindo representantes do governo e da sociedade civil organizada. Cabe a eles, entre outras atribuições, decidir sobre a revisão das tarifas de ônibus, considerando a proposta feita pelo Grande Recife, pela Urbana-PE (que representa as empresas de transporte público de passageiros) e dos usuários.

“Atualmente, dos 24 integrantes apenas oito são representantes da sociedade civil organizada, sendo dois do segmento estudantil, quatro dos usuários, um representante dos idosos, mais um de cadeirantes. Não é algo paritário”, argumenta o conselheiro Márcio Morais. A falta de informações também é um entrave. “Não recebemos as informações e, quando elas são disponibilizadas, as planilhas e documentos das empresas de transporte não oferecem o nível de detalhamento necessário para uma análise apropriada. São planilhas sintéticas, ou seja, não permitem análises profundas. Como podemos aprovar uma coisa sobre a qual não temos conhecimento suficiente?”, questiona.

Morais ainda critica a condução dos debates. “Os cidadãos são impedidos de participar nas reuniões do Conselho Metropolitano. Não há um debate amplo. Além disso, nos últimos dois anos, as reuniões têm sido conduzidas pelo secretário Francisco Papaléo (Cidades) no modelo rolo compressor. A última durou minutos”, destaca.



CPI

A problemática dos contratos de ônibus também é um dos alvos do movimento pela abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Transportes na RMR na Assembleia Legislativa de Pernambuco. A campanha tem sido tocada pelos próprios conselheiros do CSTM, pela Frente de Luta pelo Transporte Público e pela rede de mobilização Meu Recife. O abaixo-assinado online pela abertura da CPI já conta com aproximadamente 1,2 mil assinaturas de internautas.

do Marcozero.org

2018 e as novidades do Fé e Cidadania

Em 2018, o Projeto Fé e Cidadania vai promover eventos, ações, oficinas e fortalecer seus meios de comunicação.

Comunicação - A TVFE vai transmitir, no seu canal no YouTube e portal feecidadaniape, eventos promovidos em parceria com a SBMCA como o círculo de oração, Missões, debates e outros que virão. A Rádio Escola mudou de frequência passando para 87,9. Em breve, a programação oficial da emissora irá começar. na composição da programação estão produções locais, parcerias com rádios legislativas e produtoras regionais de outros estados. A população da Zona Norte do Recife pode sintonizar no rádio e celular para acompanhar os conteúdos em tempo real. Na página do portal, os programas estão disponíveis para audição a qualquer hora.

Oficinas - Após o carnaval, daremos início ao CULT EDUC. Ação que promoverá oficinas culturais e educativas para a população. Informática personalizada, reforço escolar, letramento, teatro, língua estrangeira, capoeira e comunicação popular estão dentre as aulas.

Eventos - Em breve divulgaremos a tabela de programação dos eventos que acontecerão na sede da SBMCA.

Parceria - O Fé e Cidadania e a Sociedade beneficente de Casa Amarela firmaram parceria de uso do espaço físico desde julho de 2017. O projeto faz o trabalho de assessoria de imprensa e comunicação, enquanto que a Sociedade cede seu espaço para a realização dos eventos.

Acompanhe as novidades de 2018 aqui e nas redes sociais facebook e twitter.   

TVFE - O CANAL DA CIDADANIA

#MAIS DA TVFE